segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Chapolin de volta no Sbt RS?


Hoje depois de ver o episódio do Chaves acabei tendo uma ótima surpresa, ao ouvir o som das cornetas. Era o Chapolin voltando a dar as caras no Sbt RS! Passaram dois episódios: De acordo com o diabo (1976) e A dona da ilha dos homens (1976).

Esperemos que esta não tenha sido uma exibição única, e que se mantenha durante a semana.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Melhores versões de episódios do Chapolin parte 5

Continuando uma série de posts dando minha opinião sobre qual versão de episódio é melhor.

Links das outras partes

http://fandochaves.blogspot.com/2014/09/melhores-versoes-de-episodios-do_26.html

http://fandochaves.blogspot.com/2014/09/versoes-de-episodios-do-chapolin-parte-3.html

http://fandochaves.blogspot.com/2014/09/melhores-versoes-de-episodios-do.html

http://fandochaves.blogspot.com/2013/08/melhores-versoes-de-episodios-do.html



Debilitador Potencial

Esse episódio contém duas versões, uma de 1973 e outra de 1976.  A de 1973 a personagem feminina principal é interpretada pela Maria Antonieta. Já a de 1976 é a Florinda. Considero melhor a versão de 73, que ao meu ver a Maria se encaixou melhor no papel da esposa assustada. Além disso pela cabana do Professor ser num bosque é bem mais interessante do que ser numa zona urbana como em 1976.

A Fronteira

Existem três versões desse episódio: 1973, 1976 e 1986.  A superioridade da versão de 1976 é enorme. Além de ter aumentado em relação a primeira versão, tem personagens bem mais engraçados e cenas mais engraçadas. Este já é considero um episódio icônico da série. A versão de 1986 se assemelha mais a de 1973, e se duvidar consegue ser melhor. A versão de 73 é fraca.


O Vampiro

Existem duas versões nos anos 70 e mais 3 nos anos 80.  A única versão dublada em português é a primeira de 1972 que é muito boa, tem um ótimo clima de terror. O ator que interpreta o Vampiro foi muito bem. Mas a melhor sem dúvidas é a versão de 1978, ela foi aumentada, e ao meu ver muito melhor elaborada e bem engraçada. Para mim um dos melhores episódios dessa temporada. As versões oitentistas são similares, não vejo grande diferença entre a de 1981 e 1984, duas versões ok.

Os Duendezinhos

As duas versões são pouco conhecidas no Brasil, existe uma de 1973 e outra de 1977.  Ambas são idênticas, inclusive com os atores nos mesmos papéis. A diferença tá no clipe que a 1977 tem, fora uma parte muito curiosa dos desenhos no quadro. Por esse motivo essa é a melhor.

O Cão Raivoso

Existem três versões com o mesmo tema: 1973, 1976 e 1981.  E duas que tem o mesmo tema, mas sem o patrão.  As duas versões dos anos 70 são muito boas, com algumas diferença em relação aos personagens. No conjunto da obra fico com a versão de 76 onde o Horácio interpreta um engraçado Mister, e o Ruben um patrão autoritário. Na de 73 o Edgar também vai muito bem como o Mister, mas o Carlos já não acho que encaixe tão bem no papel de patrão. Como a enfermeira, acho a Maria um pouquinho melhor que a Florinda. A de 1981 é inferior as versões anteriores, mas é uma bom episódio.  Já em relação as outras que não tem o patrão, considero a versão de 82 com o Ruben melhor que a versão de 1987 com o Raul.

A Conta do Hotel

Curioso esse episódio ter apenas duas versões, uma em 1973 e outra em 1976. As duas são muito boas. Mas a de 1976 é um pouquinho melhor, destaque para o Ruben como gerente do hotel. O Ramon como o motorista também ficou melhor do que como o gerente.

Para Fugir da Prisão

Mais um episódio com apenas duas versões: 1973 e 1976. No geral prefiro a de 1976, embora a caracterização esteja melhor em 1973, o restante como a ação do episódio e principalmente o final, está melhor em 1976.

O Robô

Duas versões conhecidas tem esse episódio: 1973 e 1979. Considero a versão de 1979, além de ser mais larga, tem mais cenas engraçadas, como a do Robô fazendo um bolo de Chapolin Colorado. O Ruben como Robô ficou melhor do que o Carlos.

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Exibições no Multishow e mais

Confesso que não venho acompanhando muito as exibições.  Quando é inédito, alguns dias depois é que eu vou assistir.

Não sei dizer porque, mas essas exibições não me empolgam. Talvez seja pelo horário (embora dê pra ver no Google Play), ou então pela dublagem que não me agrada tanto assim.  Eu entendo que não tem como ressucitar os antigos dubladores, mas alguns fazem muita falta. O Osmiro principalmente, porque ele tinha uma voz característica que era só dele. E a do Mauro Ramos é muito diferente. Sabe aquela naturalidade que você via o Professor com a voz do Osmiro? Isso não acontece com a dele.  E a do Daniel Muller tem vezes que me agrada, outras vezes me desagrada. Mas no geral ele sempre vai melhor como Chapolin.

E desde a minha última postagem, não apareceu nenhuma novidade Maga. Ah não ser com as esquetes, mas que já estavam previstas.

Isso leva a crer que realmente só o Sbt tem essas preciosidades.  E não, não acredito que tenham acabado os episódios inéditos com dublagem Maga. O problema é ficar nas mãos do SBT, mas quem sabe eles soltem ano que vem! Porque pelo que se falou por aí, eles tem no contrato que pelo menos a cada 2 anos ambas as séries precisam ser exibidas.

sábado, 4 de agosto de 2018

Mais sobre as exibições CH no Multishow

Na postagem anterior tinha dito que não percebia o áudio abafado, pois de lá pra cá as exibições pioraram muito. Ao ponto de muitas vezes não conseguir ouvir o que estão falando. 
 Além disso Bgms estão sendo repetidas exaustivamente.  A dublagem em geral continua boa, mas Mauro Ramos como a voz do Ruben Aguirre ainda causa estranhamento. E o Daniel Muller está bem, embora algumas vezes oscilando.
 Depois de tanto tempo pudemos saber como foi feita a divisão entre as dubladores da Maria Antonieta. Ficou 1973, 1975 e 1977 para a Sandra e 1976, 1978 e 1979 para a Cecília. Nessa divisão o problema eu acho está em um  episódio do Chapolin onde a Maria interpreta um menino, e vimos no episódio dos duendezinhos que a Sandra não consegue fazer a voz do Menino. Ficou um menino com voz de menina, nisso a Cecília se sai melhor.  Fora isso Ok.

Uma decepção: Até agora somente um episódio inédito veio com dublagem Maga.   E do que sabemos que existem com essa dublagem, são as esquetes de episódios inéditos que o Sbt por não exibir em 2013.

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Exibição do Multishow de Chaves e Chapolin

Vamos por partes

Abertura: Tanto o Chaves como o Chapolin começam com bgms clássicas da série, o que é um ponto positivo. Depois a narração do Daniel está boa tanto no Chaves como no Chapolin.

Anúncio das esquetes: Achei interessante a solução do Multishow para não ficar tão estranha a entrada dos créditos e depois entrar a esquete. Colocar uma cena dos dois personagens falando como se tiverem anunciando a esquete. Porém a cena que colocaram para o Chapolin e a narração atrasada do Daniel Muller foi um ponto negativo, a do Chaves está Ok.

Créditos: Nada de errado passa normalmente depois de um episódio de Chaves ou Chapolin.

Áudio: Vejo muitos fãs reclamando do áudio abafado, embora eu não tenha notado. Não ao ponto de não poder ouvir alguma fala. Apenas em um episódio específico do Chaves que encheram de áudio das risadas o que acabou atrapalhando.

Episódios sendo redublados tendo dublagem Maga: Esse é um ponto negativo, dizem que estes episódios tem problemas jurídicos. Eu acho que isso tem a ver com algum pacto do Sbt sei lá.

Episódios inéditos Maga: Isso é o melhor de tudo, teremos a oportunidade de ver vários episódios (principalmente do Chapolin) com a dublagem clássica! E isso é indescritível.

Alguns episódios não serão exibidos: Essa notícia pegou muito fã desprevinido, alegam que a qualidade de imagem de três episódios de 1973 está abaixo dos demais. Só resta saber o quão abaixo estar para não ser exibido e nem dublado.

Avaliações sobre nova dublagem de Chaves e Chapolin

Até o momento:

Chapolin

Daniel Muller - Até que gostei, mas também não é essa perfeição que dizem.
Carlos Seidl - Muito bem, embora oscile pelo peso da idade.
Mauro Ramos - Causa estranhamento, mas não tá ruim não
Sandra - Mais ou menos, oscilando entre bons e mals momentos. Ao meu ver acho que a Cecília combina mais com as personagens em carne e osso da Maria Antonieta.
Nelson Machado - Tem uma pequena mudança na voz mas é natural, ainda assim muito bem.
Gustavo Berriel - Regular, nada que faça mudar de canal ao ouvir sua voz. Ficou OK.

Chaves

Daniel Muller - Regular, não é uma coisa que se diga minha nossa que excelente dublagem! mas dá pro gasto.
Carlos Seidl - Muito bem, mas o peso da idade deu uma mudada na voz.
Mauro Ramos - Eu acredito que o choque maior da voz dele é aqui, pois estamos identificados com a dublagem do Osmiro no Professor.
Sandra - Mesmo caso do Chapolin embora no Chaves tenha pesado mais a voz envelhecida dela na Chiquinha.
Nelson Machado - Mesmo caso do Seidl, mas mantém o mesmo timbre de voz (ou seja ao ouvir você sabe que é a voz do Quico)
Isaura Gomes - Ficou bem diferente da Helena, mas não ficou de todo o mal.


Chompiras

Daniel Muller - Aqui eu achei que tá igual ao Chapolin, ou seja sem diferenciação de voz.

Dr Chapatin

Daniel Muller - Ficou meio forçado ele fazendo a voz de velho, não ficou muito bom não.


Uma coisa que parece ter sido mal feita foi a divisão entre as duas dubladoras da Maria Antonieta. Para mim essa divisão foi feita pela preferência de alguns fãs.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Uma notícia que desagradou muitos fãs sobre a exibição do Multishow

Ontem ficamos sabendo que a exibição dos episódios será invertida, ou seja, a esquete inicial vai para depois do episódio de Chaves ou Chapolin. O problema está nos créditos das séries. Como vão passá-los? Será que vão colocar o episódio principal do Chapolin (exemplo), deixar rolar os créditos e em seguida colocarão a esquete? ou o que todo fã tem medo, de serem simplesmente cortados. E nesse caso até a abertura original ficaria a dúvida, já que na abertura sempre apresentam a esquete antes do episódio. Aindo penso na possiblidade de o Multishow fazer uma abertura para ambas as séries. Agora o que resta é esperar. Pelo menos se a exibição for uma decepção, eu não vou ser tão afetado, pois não estava tão eufórico quando alguns fãs.